Mais uma vez...felicidade


As palavras proferidas por Cristo no sermão do monte, registradas por Mateus o evangelista, no capítulo cinco das sagradas escrituras, mostram com clareza irrefutável, que bem aventurado ou melhor traduzido , "felizes", são aqueles que se alimentam de algumas virtudes essenciais que os tornam assim: "Felizes".
Na música intitulada, "A felicidade", de Tom Jobim e. Vinicius de Morais, o refrão diz: "Tristeza não tem fim, Felicidade sim..." Em sua visão de realidade e sentimento parece mesmo que a felicidade é algo que vem e logo passa.
No entanto o que aprendo com o ensino de Cristo é que felicidade duradoura tem mais a ver com absorver e assimilar as virtudes expostas por Cristo ao longo de nossa historia, do que um breve desejo ou sonho realizado num momento pontual, que acontece e passa.
Que virtudes são estas? Humildade, capacidade de chorar, ser manso, ter fome e sede de justiça, ser misericordioso, ter o coração puro, procurar promover a paz, ser justo, ser seguidor de Cristo.
Se estas virtudes integrarem a nossa vida, a afirmação bíblica diz que seremos felizes. Entretanto é importante lembrar que tais virtudes só terão efeito quando fizerem parte constante de nossa alma, mente e coração e sobretudo  de nossas atitudes. 
Mahatma Ghandi já dizia: "Felicidade é quando o que você pensa, diz e faz, estão em harmonia". Atente para isto, pois bem aventurado é aquele que ouve e pratica. Seja você também feliz.
Feliz aqui, feliz agora, feliz sempre e...."Feliz Natal".
Rev. Edson

Nenhum comentário:

Postar um comentário