Geração Z

Eles não conheceram o mundo sem internet, não diferenciam a vida online da off-line e querem tudo para agora. São críticos, dinâmicos, exigentes, autodidatas, não gostam das hierarquias nem de horários poucos flexíveis. São os jovens da Geração Z, que nasceram depois de 1995.  É a geração do telefone celular. E também de famílias onde as figuras de autoridade deixaram de existir. Eles nasceram em uma Era completamente digitalizada. Com um comportamento extremamente individualista e, de certa forma, antissocial. Os valores familiares pregados pela Geração Baby Boomer, seguidos pela geração Y, já não são válidos (conversar com os pais, sentar-se à mesa, etc.). O contato virtual sobrepõe o mundo real. Esta também é chamada de Geração Silenciosa, pelo fato de estarem sempre de fones de ouvido (seja em ônibus, universidades, em casa…), escutarem pouco e falarem menos ainda – pode ser definida como aquela que tende ao egocentrismo, preocupando-se somente consigo mesmo na maioria das vezes.
Este é um relato bem sucinto de pesquisa que aborda apenas um dos temas pertinentes da mudança sócio comportamental que ocorre no mundo hoje. Isto sem falar dos desdobramentos dos setores de família, sexo e trabalho.  Vale aprofundar-se no assunto para melhor orientar nossas crianças (filhos).  Mas o que deixo é um alerta para todos nós, pais: - O mundo pode mudar, mas Deus não.  Os princípios da fé e da palavra de Deus por mais antigos, nunca mudarão, e o efeito transformador de poder restaurar e proteger continuará. Nosso esforço e trabalho hoje devem ser na direção de conectar nossos filhos de novo e de vez, a Cristo. Alimentar de novo e sempre a fé. Fazer voltar ao ponto que pode mudar o rumo pela ação poderosa do Santo Espirito de Deus.  Minha oração, é que aumente o percentual de jovens comprometidos com Deus, que eu possa contribuir para isto e que o dano não seja tão grave assim, como apontam as pesquisas. Convido você a fazer esta mesma oração.
"Como pode o jovem manter pura a sua conduta?  Vivendo de acordo com a tua palavra". Salmos 119:9.                                            
Rev. Edson

Nenhum comentário:

Postar um comentário