Pai, dá um jeito neste mundo

Jesus orava, por vezes, a sós. E um dos seus discípulos, ao observar isso, pediu-lhe para que ensinasse a ele e aos demais que o seguiam a também orar. “Ele disse: ‘Quando vocês orarem, digam: Pai, revela-nos quem tu és. Dá um jeito neste mundo” (Lc 11.2 – A Mensagem).

A oração prossegue, mas por agora, sem muito fôlego, clamo como Jesus ensinou.
Pai, revela-nos quem tu és. Em Cristo vemos muito, e ainda assim, tudo que vemos não é tudo. Nossas limitações, resistências, distorções, enganos, tradições, impede-nos como grandes barreiras. Então, a súplica é feita uma vez mais.
Pai, revela-nos quem tu és. E quanto mais buscamos a ti, somos levados a Jesus – Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo (Jo 1.29). Se preciso foi o derramar desse sangue é porque tua justiça seria ali cumprida (Rm 3.25), já que Justo e Santo tu és.
Pai, revela-nos quem tu és. E assim sejamos lembrados de suas qualidades e nosso privilégio e responsabilidade, como filhos teus, de transmitir um pouco delas aqui na terra.
Pai, revela-nos quem tu és. E então, nos calaremos em reverência à sua glória, e prostrados deixaremos teu Espírito moldar nosso coração, levando-o a desejar a ti.
Pai, revela-nos quem tu és. Abra os olhos de nosso coração, pois, eles estão viciados, voltados a nós mesmos, cada um para si. Perdemos o senso de comunidade, do bem maior. A solidariedade anda distante. A visão está cada vez mais curta. A vaidade se apoderou de nós. Zelamos, com todas as forças, da nossa própria imagem e só. Para tanto, vale tudo. Mentiras são repetidas e feitos corruptos são negados, a fim de que sejamos vistos e admirados.
E sim, dá um jeito neste mundo. Venha teu reino, pois, impérios estão falidos e ainda assim contra-atacam. Cansados estamos de tanta hipocrisia, e nem sempre vemos que participamos de várias formas dela.
Dá um jeito neste mundo caído, doente, que nós, contaminados, estamos contaminando ainda mais. Aqui vivemos tantas formas de barbárie que é vergonhoso perceber o modo como fomos nos desumanizando. E por isso tudo, gememos – “dá um jeito neste mundo”.
Dá um jeito neste mundo, pois, nós só aumentamos misérias, explorando nosso próximo, desviando recursos do necessitado a fim de nos beneficiarmos e gastarmos em fanfarrices sem limites.
Dá um jeito neste mundo, afinal, nosso “jeitinho” tem ampliado a desigualdade social, expandido injustiças, e desprezando os que não pactuam conosco.
Dá um jeito neste mundo. Tu és o Criador e amas tua criação. Cremos que o Senhor está cuidando de uma poderosa reconciliação (2Co 5.19), a qual temos a alegria de poder participar nesta geração. Lembra-nos disso hoje, e, que teu Espírito nos encoraje a levá-la a outros.
Dá um jeito neste mundo porque em Ti está nossa esperança. E esperamos que teu Espírito nos convença de nossos próprios desvios e nos clareie caminhos retos que promovam mais vida. Amém.
Tais Machado

(Tais é psicóloga clínica e atua em pastoreio e ensino na Igreja Metodista Livre, além de atuar no Seminário Servo de Cristo, no Instituto Cristão de Estudos Contemporâneos e na Faculdade Teológica Metodista Livre.)

Nenhum comentário:

Postar um comentário