Que falta você faria?

”Ensina-nos a contar os nossos dias, para que alcancemos corações sábios- Salmo 90:12.

O Poeta Mario Quintana, deixou dentro de uma obra escrita por ele, a frase que gostaria, fosse gravada em sua lápide , e a frase é a seguinte: Eu não estou aqui”.   E o que ele estava querendo dizer com isso? - Que sua vida não estava no tumulo frio , mas nas pessoas, nos seus escritos, na amizade que repartiu, na solidariedade que ofereceu, na vida que viveu, na felicidade que sonhou.
Isso parece fazer sentido, pois a palavra apocalíptica escrita por João quando estava recluso na ilha de Patmos, afirma que as obras dos homens depois que morrem, os acompanham. Isto quer dizer, quando morremos o que fizemos é o que poderá fazer diferença na vida de alguém.  O filósofo e professor Mario Sergio Cortela escreve em um de seus livros uma frase que nos faz pensar: “ ‘Se você não existisse que falta faria”? Isto quer dizer, como seremos lembrados? Porque em certo sentido e simbolicamente vivemos de decisões que tomamos e de obras que realizamos, e isso ficará.   Podemos perguntar: - Quando pensarem em nós depois que partirmos que lembranças terão?     Quem sabe alguns dirão, puxa...  “que falta essa pessoa nos faz”, ou poderão dizer: - “graças a Deus, que bom que ele se foi”. Que tipo de recordação terão? Que diferença faremos?
Por isso, ” em tempo”, devemos pedir a Deus que nos ensine a contar nossos dias. Isto quer dizer : - somente um viver na presença de Deus através de orações e meditação em sua Palavra, é que se poderá processar uma vida referência. Ainda: - faça acontecer, aproveite a vida, brinque, cante, corra, divirta-se, trabalhe, medite, ame, abrace seu filho, seu cônjuge, faça um elogio, critique menos, seja cordato e mais ameno. Cuidado para não se tornar duro demais. A vida é tão curta, e corremos o risco de torna-la pequena demais. Assim, o que vale é a capacidade de ficar nas pessoas, e fazemos isto através de um proceder  focado na ética, no bom caráter e nas atitudes que engrandecem a Deus e podem contribuir ao bem de uma geração. Mas,....se você não existisse, que falta faria? Conte melhor seus dias nesta nossa curta história , e tenha sabedoria  e muitos poderão ser abençoados porque você foi determinado, fez a diferença e se tornou alguém tragável, necessário; e quando partir, dirão: Puxa! ...  mas que falta essa pessoa nos faz! “
  Rev. Edson Martins 

Nenhum comentário:

Postar um comentário