10/12: Dia da Bíblia

 “Leram o Livro da Lei de Deus, interpretando-o e explicando-o, a fim de que o povo entendesse o que estava sendo lido”. (Neemias 8.8)
 Desde que foi instituído o “Dia da Bíblia”, em 1549, na Grã Bretanha, os fiéis foram encorajados a interceder em favor de sua leitura. No Brasil, a data passou a ser comemorada só em 1850, quando os primeiros missionários cristãos chegaram da Europa e dos Estados Unidos. Todo segundo domingo de dezembro, desde então, é dia de exposição, encontros de oração e reflexões sobre a Palavra.
Para a igreja brasileira, a comemoração especial passou a integrar também o calendário oficial da país, de acordo com a lei federal 10.335, tornando esse dia conhecido em todo o território nacional. Atualmente, além das comemorações convencionais, os cristãos realizam shows, maratonas de leitura bíblica, constroem até mesmo monumentos e realizam distribuições das escrituras das mais variadas maneiras. Infelizmente, essas são ações restritas à igreja livre de perseguição.
A Igreja Perseguida conhece outra realidade. A Bíblia para eles trazem dias mais difíceis, encontros cada vez mais vigiados e as comemorações devem ser discretas e até mesmo secretas. A leitura bíblica não é algo que se possa ser feito em público, aliás, portar uma Bíblia é o mesmo que assumir o “crime” de ser cristão.
Relatórios da Portas Abertas já contabilizaram mais de 70 líderes que foram presos por pregar o Evangelho no Irã, e não há expectativas de dias melhores. Só no mês de outubro 9 cristãos foram presos no Sudão por se recusarem a fechar a Escola Bíblica onde lecionavam. Estes são apenas alguns exemplos, pois há milhares de cristãos lutando pelo direito de ter uma Bíblia e de ser um seguidor de Cristo. Para isso, eles arriscam suas próprias vidas. Nesse dia, ore por eles de uma maneira especial.

Nenhum comentário:

Postar um comentário