Espere Nele!

“O Senhor é bom para os que esperam nele, para aqueles que o buscam.” Lamentações 3:25 NA17

“Calmo, sereno e tranquilo, sinto descanso neste viver…” está aí uma música que marcou muito minha infância.
Até hoje quando a canto me remeto a bons momentos vividos e meu coração se enche de gratidão pelo o que Deus fez até aqui.
Mas nem tudo que passei trouxe apenas alegrias. Houve momentos de inquietação e desconforto, lágrimas e muitas dúvidas, mas quando olho para trás não sinto pesar, mas gratidão pelo o que Deus fez.
A bondade de Deus sempre se manifesta em nossas vidas, sendo os ventos favoráveis ou não.
Jesus sempre esteve com os seus discípulos e lhes disse que sempre estaria, no entanto eles custaram a crer nisso.
Jesus lhes disse: “eu sempre estarei convosco”, também afirmou: “vou lhes enviar um consolador”, mas mesmo assim duvidaram e temeram. Levaram tempo até aprender, mas pelo que lemos nos relatos do evangelho, aprenderam.
Esperamos por tantas coisas na vida, pela solução de um problema, por uma cura, pela conversão de alguém.
Muitas vezes pessoas esperam uma vida toda e não veem o que anseiam. É assim mesmo, esperar é caminhar um passo de cada vez. É aprender a confiar não em esforços humanos, nem nas promessas daqueles que podem falhar, mas Naquele que efetivamente dá garantias reais e não falsas.
Enquanto esperamos por Ele, o Senhor vai agindo em nossas vidas, dia a dia. Esperamos pela vinda de Cristo, mas enquanto isso, fazemos o que é da nossa responsabilidade.
A providência e o cuidado de Deus, não excluem nossa responsabilidade, nossa ação e participação.
Enquanto eu e você esperamos por tantas coisas, nossa função é caminhar e não estatelar.
Enquanto esperamos, a bondade de Deus se apresenta nas pequenas e grandes coisas da nossa vida.
O livro de Hebreus nos lembra que...“assim, depois de esperar com paciência, Abraão obteve a promessa.” Hebreus 6:15 NA17.
Então, enquanto não chega o que espero… espero com paciência porque eu sei que o Senhor é bom para aqueles que esperam nele!

Rev. Matheus Santiago

Nenhum comentário:

Postar um comentário